Aprenda a gravar macros

O Excel possui um recurso bem interessante para facilitar a vida de pessoas leigas em programação e até mesmo auxiliar os mais experientes, é o gravador de macros, que consiste em gravar rotinas que possam ser executadas na planilha, como por exemplo, selecionar um intervalo de células e deletar as informações nelas contidas, aplicar um filtro em um intervalo seguindo determinados critérios, adicionar bordas e cores a uma célula, etc. Como percebemos são rotinas que facilmente podem ser executadas por usuários de Excel.

O gravador de macros têm por finalidade automatizar rotinas e em muitos casos, proporcionar uma programação prévia em Visual Basic for Applications (VBA), que possa ser ajustada para atender a necessidade do usuário, visto que, como é algo gravado irá conter linhas indesejadas (como por exemplo, deslocamentos com as setas do teclado) e até mesmo códigos que possam ser melhorados ou substituídos. Fazendo-se uma analogia, imagine que você tenha gravado um filme da tv aberta sem cortes de comerciais, mas ao final da gravação você utilizou um editor de vídeo para retirar os trechos indesejados e ainda incluiu legenda em inglês sincronizada com o filme.

Gravando uma macro

Etapa 1: Reconhecendo o gravador de macros

A gravação de uma macro é bem simples, o ícone do gravador encontra-se localizado no canto inferior esquerdo do Excel ou na guia “Desenvolvedor” (habilitaremos na Etapa 2), como ilustrados nas imagens seguir.

gravador_macro
Figura 1 – Gravador de macros localizado no canto inferior esquerdo

 

gravador_macro1
Figura 2 – Gravador de macros localizado na guia Desenvolvedor

Etapa 2: Habilitando a guia Desenvolvedor

A guia Desenvolvedor encontra-se desabilitada no Excel padrão, já que possui ferramentas específicas para programação VBA e outros recursos não tão usuais para a maioria das pessoas, como por exemplo, Controles de Formulários.

Para Habilitar a guia Desenvolvedor siga os passos mostrados na imagem abaixo.

habilitar-guia-desenvolvedor
Figura 3 – Passos para habilitar a guia Desenvolvedor (Microsoft Office 2010)

Passo 1: Vá até a guia “Arquivo”

Passo 2: Clique em “Opções”

Passo 3: Selecione “Personalizar Faixa de Opções”

Passo 4: Habilite a guia Desenvolvedor

Etapa 3: Disparando a gravação de macro

Após clicar no gravador de macros, surgirá a seguinte tela.

gravando-macro
Figura 4 – Disparando a gravação da macro

É possível inserir um nome a macro, configurar uma tecla de atalho para executa-lá, armazena-lá em pastas que possibilitem que mais de uma planilha utilize-a e oferecer uma breve descrição das funcionalidades/características da macro.

Etapa 4: Renomeando e definindo as características da macro

renomear-macro
Figura 5 – Renomeando uma macro e definido características

Definimos o nome da macro como “Limpar_Celula” e este evento limpará as informações da célula C4, ele pode ser disparado através do atalho “Ctrl + c” ou então por botão criado na própria planilha.

Etapa 5: Gravando uma rotina de macro (limpar célula)

Passo 1: Clique OK em “Gravar Macro” (figura 5) para aparecer uma indicação no canto inferior esquerdo do modo REC (figura 6), ou seja, esta sendo gravado.

gravando-macro-rec
Figura 6 – Modo REC, indicador de que a macro esta sendo gravada

Passo 2: Selecione a célula C4, digite um valor genérico, como por exemplo 10, e na sequência apague o conteúdo com a tecla “Delete”.

Passo 3: Clique no canto inferior esquerdo no botão azul, modo REC (Figura 6) para encerar a gravação.

Com isso temos a nossa macro gravada!

Etapa 6: Analisando e alterando um módulo de macro

Passo 1: Acesse e verifique a macro gravada, conforme imagem abaixo.

modulo-gravacao
Figura 7 – Caminho para verificar o código da macro gravada

Repare que o VBAProjet (Pasta 1) é referente ao arquivo em Excel, ou seja, o nome do arquivo, e nele encontram-se as planilhas e os módulos gravados ou programados em VBA.

Passo 2: Entenda, analise e altere a macro; nas linhas de programação foram inseridos comentários para um melhor entendimento do que aconteceu no momento da gravação.

codigo-vba
Figura 8 – Análise do código VBA da macro gravada

A partir deste momento devemos nos questionar algumas coisas, eu preciso realmente selecionar a célula para excluir o conteúdo nela contido? Eu preciso necessariamente ter uma célula ativa e um valor na célula para clicar em deletar (limpar)?

“Não preciso selecionar a célula e nem estar com ela ativa para excluir o conteúdo, preciso simplesmente excluir o que há na célula C4.”

Com esta resposta, então poderemos encurtar o nosso código para a seguinte linha:

codigo-vba-simplificado
Figura 9 – Código VBA simplificado pra limpar célula

Observação: Caso não quiséssemos efetuar o passo 2, que é uma compactação da programação da macro, ela provavelmente rodaria normalmente, mas um inconveniente que muitas vezes poderíamos encontrar é a falta de eficiência e delays ou bugs indesejados.

Etapa 7: Inserindo um botão e atribuindo uma macro a ele

Siga os passos ilustrados na imagem logo abaixo.

gerar-botao
Figura 10 – Passos para inserção do Botão Limpar

Passo 1: Na guia “Desenvolvedor” em “Inserir”, selecione em “Controles de Formulários”, “Botão”.

Passo 2: Em “Atribuir macro”, selecione o nome da macro criada e clique OK.

Observação: Com um simples clique com botão direito do mouse, o Botão criado será selecionado e passivo a alteração no nome de “Botão 1” para “Limpar”, por exemplo.

Etapa 8: Salvando o arquivo em um formato habilitado para macros

Para a macro criada ter efeito nas próximas vezes que o arquivo for aberto é necessário salvar em formatos habilitados para macro, como por exemplo, “Pasta de Trabalho Habilitada para Macro do Excel”, no qual, a extensão é .xlsm.

habilidao-macro-salvar
Figura 11 – Salvando arquivo no formato habilitado para macro

download

Bons estudos e espero que tenham gostado!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: