Análise SWOT – Passo a passo (Exemplo Superman)

A análise SWOT é uma ferramenta utilizada para gestão e planejamento estratégico no meio corporativo, no entanto, ela pode ser aplicada também à vida pessoal e profissional como uma forma de mapa orientativo, fornecendo o “caminho das pedras”.

A sigla SWOT é um acrônimo das palavras inglês, Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças), e em português é comumente utilizada a sigla FOFA para referenciar tal análise.

Esta análise consiste em mapear o ambiente interno da empresa (Forças e Fraquezas) e externo (Oportunidades e Ameaças), a partir deste levantamento elaborasse uma matriz quadrada (número de linhas é igual ao número de colunas), em que os fatores do ambiente interno serão cruzados com os fatores do ambiente externo, e ponderados de acordo com sua intensidade de interação. Após a matriz estar totalmente preenchida é possível extrair certos cálculos e análises, que nos permitirá gerar um posicionamento estratégico da empresa perante a concorrência.

Na vida pessoal esta análise pode ser aplicada, por exemplo, ao indivíduo que esta se preparando a um concurso público, através da listagem das Forças e Fraquezas para o exame (Rapidez, Raciocínio Lógico, Interpretação de Texto, etc.) e Oportunidades e Ameaças (Muito Concorrido, Sistema de Cotas, Questões de Múltipla Escolha, etc.).

Análise SWOT Superman – Passo a passo

Para exemplificar a aplicação da ferramenta de análise SWOT criada pelo Acadêmicos do Excel, elaborou-se a análise SWOT Superman, e percebeu-se que o herói apesar de seus super poderes, não têm tanta tranquilidade!rsrs

A matriz será 10 x 10, ou seja, teremos 5 tópico de cada fator (força, fraqueza, oportunidade e ameaça).

1º Passo (Mapeamento do ambiente interno e externo)

Listar todos os fatores do ambiente interno (forças e fraquezas) e ambiente externo (Oportunidades e Ameaças).

Ambiente Interno

Forças

    • Super Força
    • Super Velocidade
    • Super Sentidos
    • Voa
    • Visão de Calor

Fraquezas

    • Kryptonita
    • Luz Solar Vermelha
    • Magia
    • Força Bruta (Espancamento)
    • Regeneração Lenta

Ambiente Externo

Oportunidades

    • Salvar seres humanos que são vítimas de sua própria raça
    • Impedir ou minimizar impactos de catástrofes naturais
    • Vigiar eventuais chamados  de socorro
    • Deslocar ou eliminar grandes objetos que atrapalhem ações de socorro
    • Viajar para outros lugares distantes

Ameaças

    • Lex Luther
    • Apocalipse
    • Zod
    • Equus
    • Brainiac

Provavelmente não teremos todas as ameaças coexistindo, mas para criar tal análise imaginamos que todas as ameaças são eminentes, e o herói deverá estar preparado. As oportunidades também podem surgir a qualquer momento, não tendo um período ou previsão definida.

2º Passo (Cruzamento dos fatores e ponderação das intensidades)

Os cruzamentos devem ser feitos, como um jogo de “batalha naval”, através da intersecção de uma Força ou Franqueza com uma Oportunidade ou Ameaça, e ponderados de acordo com a intensidade, conforme o “Guia para Preenchimento da Matriz SWOT” mostrado logo a seguir.

tabelaSWOT
Figura 1 – Matriz SWOT preenchida com todos os cruzamentos.

No exemplo acima percebemos que a Força, “Super Sentidos” foi cruzada com a Oportunidade, “Vigiar eventuais chamados de socorro”, este cruzamento segundo o guia se enquadra melhor no “Ajuda Muito”. Perceba também que nesta mesma coluna as outras forças não tiveram efeito, sendo assim, foram ponderadas com zero.

3º Passo (Análise numérica dos resultados)

Após o preenchimento da Matriz SWOT, os resultados serão consolidados e calculados para nos fornecer um posicionamento estratégico, mas antes de mais nada, vamos fixar alguns conceitos.

    • Cada cor na matriz corresponde a um quadrante (Q1, Q2, Q3 e Q4);
    • A Capacidade Ofensiva é Q1 – Q3, isto é, o somatório “forças x oportunidades” menos o somatório “fraquezas x oportunidades”, o quanto a empresa é capaz de atacar.
    • A Capacidade Defensiva é Q2 – Q4, isto é, o somatório “forças x ameaças” menos o somatório “fraquezas x ameaças”, o quanto a empresa é capaz de se defender
    • O Posicionamento Estratégico é Q1 + Q2 – Q3 – Q4, isto é, o somatório de todas as forças menos todas as fraquezas, o quanto a empresa reage diante ao cenário global.
    • A Efetividade é o quanto cada quadrante representa com relação ao somatório máximo do mesmo (se tudo fosse preenchido com 2), esta medida fornece percentualmente a interação do ambiente interno com o externo.

Segue imagem com os resultados obtidos da análise SWOT.

Analise_SWOT
Figura 2 – Analise dos Resultados da Matriz SWOT.

4º Passo (Análise gráfica dos resultados)

A melhor forma de se representar graficamente tal análise é através do gráfico de rede, pois com isso, poderemos visualizar de uma forma clara, qual o fator que mais “puxa” em seu respectivo ambiente, sendo o interno representado pelo eixo vertical e o externo pelo eixo horizontal.

grafico_SWOT
Figura 3 – Gráfico dos resultados da análise SWOT.

5º Passo (Análise descritiva dos resultados)

A análise descritiva é a tradução dos resultados numéricos e a representação gráfica em forma de texto, sendo assim, é interessante destacar os porquês de tais resultados, explicando de uma forma minuciosa eles, mostrando evidências para comprovar o posicionamento estratégico, por fim é importante sugerir melhorias e estratégias para direcionar de forma assertiva os esforços, a fim de minimizar riscos e/ou potencializar as oportunidades.

Descricao_SWOT
Figura 4 – Análise descritiva dos resultados.

Com isso finalizamos uma análise SWOT de uma forma organizada com o auxilio do Excel.

Disponibilizo o modelo para download

Analise SWOT - Limpa!

Não deixe de conferir a Planilha Profissional de Análise SWOT, transforme a sua gestão em um diferencial, agregando valor em suas análises e tomadas de decisões.

8 thoughts on “Análise SWOT – Passo a passo (Exemplo Superman)

  1. Pingback: Análise SWOT ou Análise FOFA | Distribuição XXI

    • Carlos Roberto Roa says:

      Olá ANAC,

      Muito obrigado pelo retorno, buscamos sempre mostrar o conhecimento de forma didática, organizada e completa.
      É sempre motivador o feedback de nossos leitores.

      Um grande abraço,

  2. Pingback: Análise SWOT ou Análise FOFA é fácil de fazer | Distribuição XXI

  3. Robson says:

    Foi a melhor planilha que encontrei sobre análise swot. A maioria não passa de engodo, não vão a fundo. Mas tem algo nessa que não consegui, pelo menos até agora, achar a porcentagem da efetividade. Se vocês mandarem pra mim o caminho do cálculo serei muito grato. Parabéns mesmo pelo trabalho.

    • Carlos Roberto Roa says:

      Muito Obrigado Robson,

      Fico feliz em ter ajudado, sempre tive dificuldade em encontrar uma análise SWOT pautada em cálculos, li na época um TCC muito bom sobre, e resolvi desenvolvi em Excel.

      Quanto as cálculos de efetividade é bem simples, na verdade é somente a soma do quadrante dividido por 50 (número de quadrados em cada quadrante vezes 2 – nota máxima).

      Atenciosamente,
      Carlos Roa

  4. emanuel weber says:

    Ola Carlos boa tarde.
    gostaria muito de usar sua tabela para meu tcc, porém preciso fazer algumas alterações para se adequar ao que preciso.
    gostaria de saber se o sr. me disponibilizaria a senha para que eu possa fazer estas mudanças, lembrando que sua tabela irá ser representada com sua autoria e mérito.
    parabéns pelo trabalho, ficou excepcional

  5. Aline says:

    Boa tarde, Carlos! Em primeiro lugar, agradecer a partilha! Me ajudou MUITO, mas continuo com algumas dúvidas. Sou fonoaudióloga, estou preparando a análise SWOT para implementar um novo serviço em dois hospitais e não entendo o que fazer depois de ter esses cálculos, pois não sei em que valores de normalidade devo me basear para tirar as devidas conclusões. Não sei se prefere explicar aqui ou se seria possível marcar uma consultoria online com você para resolver essas dúvidas. Um forte abraço e obrigada! Aline

    • Carlos Roberto Roa says:

      Olá Aline,

      Em primeiro lugar temos que entender os ambientes e forças, pois elas possuem efeitos combinados e se interagem entre si. Por exemplo, suponhamos que você tenha um diferencial em seu serviço – força (equipamentos modernos, técnicas diferenciadas ou preço) o que irá gerar de oportunidade diante suas forças (indicações de novos clientes, retorno do paciente ao consultório, credenciamento de novos convênios) e o quanto essas forças minimizarão suas ameaças. Imagine agora que você possua como fraqueza (pouca divulgação do serviço, dificuldade de agendamento e não aceita convênio), as suas fraquezas de pouca divulgação e dificuldade de agendamento poderá abrir espaço para concorrência e até mesmo afetar o seu posicionamento no mercado, com detratores da marca.

      Quando você coloca os pesos na matriz você entende exatamente em que patamar em que esta, quanto a interação das forças e fraquezas e oportunidades e ameaças.

      Espero ter ajudado,
      Carlos R. Roa

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: